Pro_Move Saúde reforça importância do isolamento domiciliar com campanha em redes sociais

Pro_Move Saúde reforça importância do isolamento domiciliar com campanha em redes sociais

O Pro_Move Lajeado e a Prefeitura de Lajeado estão promovendo o “Guia do Isolamento Domiciliar”, um projeto que será disseminado nas redes sociais com recomendações de como se prevenir da contaminação por coronavírus quando há alguém contaminado dentro de casa. São dicas de como evitar este contágio, que ocorre pelo contato pessoal próximo a pessoa infectada ou pelo contato com objetos e superfícies contaminadas. Veja nesta página como se prevenir.

– O mais importante é as pessoas entenderem que, se estiverem com suspeita de contaminação, devem se isolar em casa o quanto antes e não sair mais à rua enquanto não estiverem curadas. Elas devem buscar uma primeira orientação pelo telefone 0800-707-0809 e seguir os cuidados. Temos que reforçar com a comunidade que pessoas suspeitas não podem sair de casa, apenas para buscar atendimento de saúde – explica o pneumologista Cláudio Klein, secretário municipal de Saúde.

O material gráfico do Guia de Isolamento Domiciliar foi cedido pela equipe de Publicidade e Produção de Conteúdo da Secretaria de Comunicação de Vitória (ES), que autorizou o uso pelo Pro_Move e pela Prefeitura de Lajeado. O Hospital Bruno Born também produziu orientações específicas para casos suspeitos e confirmados de coronavírus que podem ser conferidos aqui.

As três principais orientações para evitar contaminação são:

1) Manter o distanciamento social – ou seja, ficar a uma distância de 2 metros das outras pessoas;

2) Fazer higiene constante das mãos com água e sabão e, se não for possível, usar álcool em gel;

3) Evitar sair de casa. Se precisar sair para alguma atividade essencial, como comprar alimento, usar máscara, cujo uso é obrigatório em Lajeado desde 23/04.

 

Quem já está contaminado:

Se você ou algum familiar estiver com sintomas de contaminação por coronavírus (veja abaixo) ou estiver confirmado com a infecção, deve se isolar em casa, sem sair a rua em nenhum momento. O comportamento correto é adotar o completo isolamento social, evitando contato físico com outras pessoas e higienizando todos os ambientes e objetos com que tiver contato. Veja abaixo as dicas sobre como conviver em casa com uma pessoa suspeita ou contaminada.

 

Se você convive com algum caso suspeito de coronavírus, siga as seguintes recomendações:

– Todos devem utilizar máscara em todos os espaços da casa;

– Não compartilhe copos, talheres, pratos e toalhas. Produtos geralmente compartilhados, como pasta de dentes e sabonete, devem passar a ser individuais;

– Após o uso dos ambientes, é preciso que todas as superfícies de contato da pessoa contaminada sejam higienizadas com álcool 70 ou água sanitária, como maçanetas, pias, vaso sanitário, torneiras e sofá;

– Os móveis também precisam ser limpos várias vezes ao dia com álcool 70 ou água sanitária;

– Mantenha as janelas abertas para ter maior circulação de ar e a entrada de luz solar;

– Separe os resíduos da pessoa contaminada e dos outros moradores da casa em lixeiras diferentes;

– Reserve um cômodo para o contaminado que deve permanecer isolado na maior parte do tempo, preferencialmente com a porta fechada.

– Nos espaços compartilhados, mantenha distância de pelo menos 2 metros da pessoa contaminada.

 

O que fazer se você tiver sintomas:

– Além de organizar o isolamento pessoal dentro de casa, ligue para a Central de Atendimento para casos suspeitos de coronavírus do município, das 8h às 20h, pelo fone 0800-707-0809.

– O caso será avaliado pela equipe de saúde, que fará a orientação e os encaminhamentos necessários para o atendimento.

 

Os sintomas:

– Febre medida de pelo menos 37,8ºC;

– Sintoma respiratório, como tosse ou dificuldade para respirar;

– Dor de garganta;

– Coriza.

Compartilhar